‘O povo não aguenta mais ficar em casa’, diz Bolsonaro


Presidente manteve críticas às medidas de combate à pandemia

Foto : Isac Nóbrega/PR

Por Gabriel Amorim

Depois de falar contra o uso de máscaras durante transmissão ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) manteve críticas às medidas de combate à pandemia. “O povo não consegue mais ficar dentro de casa, o povo quer trabalhar. Esses que fecham tudo e destroem empregos, estão na contramão do que o povo quer. (Governadores) Não me critiquem. Vá para o meio do povo mesmo depois das eleições”, disse Bolsonaro durante visita ao Ceará

Questionado sobre se tem tomado cuidados e feito medidas de isolamento, o presidente respondeu: “Não vão me fazer desistir, porque sou imbroxável”. O evento ao qual o presidente compareceu não obedeceu as medidas de proteção contra o coronavírus, mesmo no momento em que o país vive o pico no número diário de mortes. Denominado de  “retomada de obras inacabadas no Ceará” o evento não contou com a presença do governador do estado, Camilo Santana (PT).

Fonte: Metro1