Contrariando Anvisa e ciência, Bolsonaro diz que vacina ‘não está comprovada cientificamente’


Imunizante CoronaVac foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o que indica eficácia e segurança necessárias à aplicação emergencial

[Contrariando Anvisa e ciência, Bolsonaro diz que vacina 'não está comprovada cientificamente']Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Juliana Rodrigues

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (22) que “não há nada comprovado cientificamente sobre essa vacina aí”, referindo-se à CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac. A declaração foi dada a jornalistas na porta do Palácio da Alvorada.

A CoronaVac é a única vacina aplicada no Brasil até o momento e foi aprovada pelos técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que indica eficácia e segurança necessárias à aplicação emergencial.

“Eu não posso obrigar ninguém a tomar vacina, como um governador um tempo atrás falou que ia obrigar. Eu não sou inconsequente a esse ponto. Ela tem que ser voluntária, afinal de contas, não está nada comprovado cientificamente com essa vacina aí”, afirmou o presidente. As declarações de Bolsonaro não possuem fundamento científico.

Fonte: Metro1